CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

domingo, 7 de março de 2010

Santos leva susto, mas empata no final

Como na quarta-feira contra o Paulista de Jundiaí, o Santos começou sendo pressionado e logo no início já levou um susto. Aos 10 minutos, Paulo Sérgio deu lindo passe para Héverton, que desviou para o gol, mas a bola acabou indo para fora, assustando o goleiro Felipe, que já estava batido.
Porém, a pressão da Portuguesa continuou e o gol saiu. Aos 14, Héverton recebeu bom passe de Marco Antônio, ganhou na velocidade de Edu Dracena e chutou no canto, sem chances de defesa para Felipe.
Depois de levar o gol, o Santos resolveu acordar, mas parou em Fábio. Aos 18, depois de boa tabela santista, a bola sobrou para Robinho, que chutou forte, mas Fábio fez linda defesa, defendendo a bola à queima-roupa.
Vendo o seu time tendo mais posse de bola, mas não conseguindo invadir a área adversária, Dorival Júnior colocou Marquinhos, no lugar de Roberto Brum, procurando dar mais movimentação ao meio-campo santista.
E a alteração pareceu ter dado certo. O Santos começou a chegar mais perto do gol da Portuguesa e, aos 43, André quase empatou a partida, com um chute de fora da área, mas a bola foi para fora.
Na segunda etapa, a partida começou com uma velocidade impressionante, com o Santos parecendo um rolo compressor e a Portuguesa explorando os contra-ataques. Logo nos primeiros 15 minutos as duas equipes já haviam levado perigo ao gol adversário.
Pelo lado da Lusa, quem perdeu um gol, sem goleiro, foi Héverton, que tentou dominar a bola, depois de cruzamento de Fabrício, e acabou se atrapalhando.
Aos 14, foi a vez do Santos. Neymar arriscou bom chute de fora da área, mas Fábio fez uma defesa espetacular, salvando a Portuguesa.
As duas equipes continuaram criando algumas chances de gol, mas quem levou perigo aos 30 minutos foi a Lusa novamente. Depois de cruzamento de Paulo Sérgio, Héverton chutou, mas a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo.
O Santos ainda respondeu aos 36 minutos em cobrança de falta de Madson, que obrigou Fábio a fazer grande defesa, salvando a Portuguesa mais uma vez na partida.
Mas o jogo não havia acabado e o Santos conseguiu o empate na "bacia das almas". Aos 44, depois de bate-rebate na área, a bola sobrou para Zé Eduardo, que balançou as redes de Fábio.
Na próxima rodada, o Santos jogará o clássico contra o Palmeiras, na Vila Belmiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário