CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Jogadores revelam 'puxão de orelha' no intervalo da partida

A Tribuna
Uma sonora bronca do técnico Dorival Júnior, no intervalo da partida, fez total diferença para o destino do jogo deste domingo. No primeiro tempo, o Peixe não foi nem sombra do time que encantou o Brasil no primeiro semestre. Foi amplamente dominado pelo Ramalhão, que criou chances até para ampliar sua vantagem.
Na etapa final, porém, o comportamento mudou. Acordado, a equipe da Vila Belmiro encurralou o adversário e virou o jogo.
"Se ele deu bronca? Nossa. Se eu for dizer aqui as coisas que ele falou com o time, vocês vão ter de censurar tudo. Mas o time precisava mesmo dessa chacoalhada. No segundo tempo, voltamos a jogar o futebol que nos trouxe até a final", afirmou o lateral-esquerdo Léo.
Por sua vez, o meia Madson, que entrou na segunda etapa, no lugar de Pará, contou que Dorival pediu que o time entrasse no jogo.
"Claro que ele não falou com essa calma toda (risos). Mas foi o que ele pediu. Nosso time não se encontrou no primeiro tempo. Ninguém ficou satisfeito. O Dorival muito menos", disse o jogador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário