CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Com equipe em alta, Luís Álvaro não descarta reforços para o Santos

Presidente santista aguarda criação do fundo de investimentos para trazer reforços
Às vésperas do início do Campeonato Brasileiro - O Santos estreia neste sábado, às 18h30, contra o Botafogo, no Engenhão -, o Santos se arma para um duro segundo semestre. Embalado pela classificação às semifinais da Copa do Brasil, o Peixe deve ter reforços em breve. A promessa é do presidente, Luís Álvaro Ribeiro.
"Tivemos uma reunião com a Comisão Técnica, a fim de conhecer as carências do elenco. Continuamos com a ideia do fundo de investimento e depende apenas da reforma do estatuto para a entrada de recursos", explica o mandatário santista.
Feliz com a classificação na Copa do Brasil, Luís Álvaro lembrou da sequência de jogos do santos contra campeões estaduais - enfrentou o Atlético/MG e terá pela frente Botafogo (pelo Brasileiro) e Grêmio (pela Copa do Brasil). ".Isso é vocação para ser campeão, que só enfrenta campeões", comemora.

Luxa e Vila

O presidente santista também falou a respeito das declarações do treinador do Atlético/MG, Vanderlei Luxemburgo, de que não voltaria a trabalhar na Vila Belmiro, por ter se considerado 'injustiçado" por jogadores e torcedores.
"Eu não gosto de falar sobre o que aconteceu, mas a declaração dele me deixou aliviado. Confirmou o que disse na campanha. Imagino que o perfil de treinador que o Santos precisa é de profissional focado no futebol, apenas", afirma Luís Álvaro Ribeiro.
O mandatário falou ainda sobre a diminuição gradativa da capacidade da Vila Belmiro. Ele alega que a redução se deve a diversos fatores.
"A Vila diminui e provavelmente vai diminuir mais, pelos camarotes e exigências do espaço físico. Hoje não chegamos a 16 mil, são 15.800. Mas, se decontarem os camarotes, os patrocinadores que envolvem ingressos, você chega a 14 mil, a capacidade do jogo contra o Atlético/MG".
Em face disto, Luís Álvaro não confirma o uso ou não de Urbano caldeira nos confrontos diante do tricolor gaúcho. "O resultado é mais importante que o econômico. Vamos definir em cima do adversário, oportunidade e calendário".

Nenhum comentário:

Postar um comentário