CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

quarta-feira, 10 de março de 2010

Santos faz dez e massacra Naviraiense

Lindo, vistoso, genial! Esses foram alguns dos adjetivos que a torcida santista pode usar para definir o massacre do Santos sobre o Naviraiense por 10 a 0, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela primeira fase da Copa do Brasil.
O resultado refletiu a bela atuação dos meninos da Vila, que deram um show à parte no time sul-matogressense e ficaram por um gol de igualar goleada histórica na Copa do Brasil, marco do Atlético (MG), que já havia vencido o Caiçara (PI) por 11 a 0, na Copa BR de 1991. Agora, resta esperar pela próxima vítima, o Remo, que goleou o São Matheus (ES) por 4 a 1 e é o próximo adversário do Peixe.
O Santos também ficou por dois gols de igualar a maior goleada do próprio clube, de 12 a 1 contra a Ponte Preta, em novembro de 1959.
O Peixe começou a partida arrasador, tocando a bola no meio de campo e envolvendo o adversário. Logo aos cinco minutos, o time já tinha chutado duas vezes. E o gol não demorou a sair. Robinho fez linda jogada pela direita, driblou o zagueiro e cruzou rasteiro para Paulo Henrique, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.
O Santos relaxou na partida após o gol, permitindo o time de Mato Grosso do Sul tocar mais a bola. O Naviraiense até chegou a assustar, chutando uma bola na trave do goleiro Felipe. Mas foi só.
Depois, o Santos iniciou o festival de gols na Vila Belmiro. Aos 27 minutos, o lateral Pará fez boa jogada pela esquerda e tocou para André, que deu um belo drible de corpo no defensor e colocou no canto direito, fazendo o segundo gol santista.
Nem deu tempo de recuperar o fôlego, e o Santos já marcou o terceiro. Bola enfiada em profundidade para Neymar, que cortou bem o zagueiro e chutou forte, no meio do gol, e deixou a sua marca na goleada. Mas a torcida queria mais, e os jogadores atenderam ao pedido dos santistas presentes na Vila. Em lance parecido ao do primeiro gol, a bola novamente é enfiada em velocidade, desta vez para Robinho, ele avança e toca por cobertura, na entrada da área, encobrindo Aldo e fazendo o que ele mais saber fazer: um golaço!
E o que já estava fácil, ficou ainda melhor quando o volante Jacó, que já tinha cartão amarelo, fez falta em Robinho na entrada da área e foi expulso, dificultando ainda mais a vida do time visitante. Na cobrança da falta Paulo Henrique mete a bola na trave e, no rebote, André ficou sozinho para fazer o seu segundo gol na partida. 5a 0 fora o baile!
Ainda na primeira etapa, Pará fez jogada pela esquerda e tocou para Marquinhos, que arriscou de longe. A bola desviou no zagueiro e entrou vagarosamente, fazendo o sexto gol do Peixe.
Quando o juiz apitou o fim do primeiro tempo, a sede de gols dos jogadores parecia não ter acabado. Na saída para o intervalo, Paulo Henrique deixou clara a intenção do Santos na partida.
- Se puder fazer dez, nós faremos!
E fizeram. Dorival voltou dos vestiários com Giovanni no lugar do zagueiro Edu Dracena, e o festival continou na Vila.
Aos nove minutos, Neymar entrou na área, driblou três zagueiros, cortou o goleiro e tocou com classe para o gol. Uma pintura da Joia, digna de craque.
Para não perder o costume, cinco minutos depois a bola sobrou para André, que só teve o trabalho de empurrar para as redes e marcar o oitavo do jogo.
Percebendo que estava fácil, os jogadores do banco de reservas também queriam sair deixar suas marcas no jogo. Madson entrou no lugar de Robinho e em sua primeira jogada recebeu passe longo e chutou com categoria, no canto esquerdo, marcando o nono gol santista. Dez minutos depois, cobrou falta no ângulo e fez o décimo. Resultado histórico na Vila Belmiro!
Com 12 jogos de invencibilidade (11 vitórias e um empate), o Santos tem pela frente agora o clássico contra o Palmeiras, novamente na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Vem mais molecagem aí?

Nenhum comentário:

Postar um comentário