CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

domingo, 4 de abril de 2010

Parreira pede cautela com Meninos da Vila

Apesar de serem quase uma unanimidade nacional, Neymar e Paulo Henrique Ganso dificilmente seriam convocados para disputar a Copa da África do Sul se Carlos Alberto Parreira fosse o comandante da Seleção. O treinador do tetra pede cautela com os Meninos da Vila.
"É complicado porque o treinador tem de estar envolvido, e quem está à frente da seleção há três anos e meio sabe da necessidade, conhece o que precisa ou não. Neymar e Ganso tem, sem dúvida, potencial muito grande, se é a hora certa de levá-los ou não quem tem de avaliar é o Dunga".
Parreira, que já foi treinador da Seleção em dois Mundiais, lembrou que é preciso ter cuidado quando se fala em promissores valores. Para ele, uma convocação precoce para a Copa poderia queimar etapas e prejudicar a sequência dos jogadores na seleção. Na opinião de Parreira, a presença de Neymar e Ganso na Seleção virá com o tempo.
"É muito complicado levar uma jogador para Copa sem que ele tenha atuado sequer em um amistoso com a camisa da Seleção, porque você não sabe qual vai ser a resposta dele".
O treinador da África do Sul lembrou que, às vésperas da Copa de 1994, nos Estados Unidos, viveu a mesma dúvida, em relação a chamar ou não Ronaldo Fenômeno, então com 17 anos. "Foi uma situação diferente, porque o Ronaldo fez dois ou três amistosos antes da convocação final. Se eles não forem agora, irão brevemente porque o que não falta é qualidade".

Nenhum comentário:

Postar um comentário