CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Mesmo sem um grande futebol, Santos vence o Guarani por 3 a 1

André fez o terceitro gol santista; sem brilho, mas com eficiência
Longe de ter uma apresentação especial, o Santos venceu o Guarani por 3 a 1, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela quarta rodada do Brasileirão. Agora, o Peixe soma oito pontos, e dorme na vice-liderança.

O jogo começou com a certeza de que não era dia de nova goleada santista. Os 8 a 1 da Copa do Brasil, definitivamente, ficaram no passado - até porque os bugrinos são outros. Mas, ainda assim, bastaram dois minutos para o Santos sair na frente no placar.

Neymar, após gingar na frente dos defensores, bateu mascado, enganando o goleiro Douglas: 1 a 0 Peixe.

Apesar do talento de Paulo Henrique com seus chapéus, e do incansável Wesley, a equipe da Vila Belmiro dava a impressão de que tinha certeza de que resolveria a parada a qualquer momento.

O Guarani, de Vágner Mancini, alguém que conhece os Meninos da Vila, passou a marcar melhor, chegando a 43 desarmes na primeira etapa, e teve em Mazola e Baiano seus principais nomes. O goleiro santista Felipe que o diga, já que fez importantes defesas em ataques campineiros.

E foi do camisa 10, ex-Santos, o gol de empate Bugrino. oas 37, em cobrança de falta, o ex-lateral direito deixou o marcador em 1 a 1. No final do primeiro tempo, após lance com Márcio Careca, o atacante Neymar saiu sentindo o ombro direito. felizmente, apenas um susto.

Segundo tempo

O Guarani voltou melhor bem para a segunda etapa. Em poucos minutos, obteve várias chegadas, com destaque para a chance perdida por Mazola, aos oito minutos.

Dorival Júnior, então, resolveu por mais pimenta no ataque, com a entrada de Zé Eduardo, no lugar do apagado Marquinhos. na primeira jogada, o atacante bateu, Douglas rebateu e Neymar perdeu boa oporunidade.

Aos 13, a torcida prendeu a respiração. Em boa jogada individual, o lateral-esquerdo Léo mandou de direita no ângulo - o goleiro do Guarani negou-lhe o golaço. Aos 18, foi a vez de Neymar tentar, sem sucesso, fazer um golaço, após passar pela defesa adversária e concluir por cima. Pouco depois, o camisa 11 até driblou o goleiro, mas, ao rolar para o meio, ninguém concluiu.

Aos 29, Neymar deu lugar a Marcel. Porém, foi o Guarani quem se atirou ao ataque, apesar do empate já parecer algo bem interessante para os campineiros.
Pois coube ao substituto do camisa 11 o gol da vitória - e do desafogo santista. Após bola levantada na área, Marcel cabeceou firme, fazendo 2 a 1 Peixe.

Minutos depois, a flechada que faltava no Bugre. André foi o responsável pelo terceiro gol santista. Mesmo sem jogar bem, o Santos fez a sua parte. Três pontos a mais e moral o bastante para um clássico muito esperado: domingo, é a vez do Corinthians.
Um jogo que promete mexer com as duas torcidas.

SANTOS 3 X 1 GUARANI

Santos
Felipe, Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Wesley (Rodriguinho), Marquinhos (Zé Eduardo) e Paulo Henrique Ganso; Neymar (Marcel) e André Técnico: Dorival Júnior

Guarani
Douglas; Rodrigo Heffner, Fabão, Ailson e Márcio Careca; Renan, Baiano (Fabinho), Paulo Roberto e Preto (Heverton); Mazola (Ricardo Xavier) e Roger.
Técnico: Vagner Mancini

Gols: Neymar, aos 2, e Baiano, aos 37 minutos do primeiro tempo; Marcel, aos 41, e André, aos 43 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Léo (SAN) e Edu Dracena (SAN); Roger, Preto (GUA)

Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP/Fifa)

Local: Vila Belmiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário