CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

domingo, 18 de abril de 2010

Robinho tem boas lembranças do São Paulo

Qual torcedor santista não se lembra dos grandes lances de Robinho com a camisa do Santos?
As pedaladas sobre o corintiano Rogério, na final do Brasileirão de 2002, que ficaram imortalizadas, o show na vitória de 5 a 1 sobre o América de Cáli, na Libertadores de 2003, quando o ídolo foi aplaudido de pé pela torcida rival e, mais recentemente, o gol de letra na reestreia dele pelo Peixe, justamente diante do São Paulo, na primeira fase do Paulistão, na Arena Barueri, que deu a vitória ao time da Baixada por 2 a 1.
Porém, o camisa 7 gosta de brilhar, mesmo, é nos clássicos. Se não bastassem as belas atuações contra o freguês Corinthians, de quem nunca perdeu, Robinho também costuma arrebentar contra o Tricolor.
O retrospecto do craque contra o São Paulo é muito positivo. Em 12 jogos disputados, venceu oito e perdeu apenas três, registrando um bom aproveitamento de 69,4%.
Robinho também tem outra boa recordação de uma partida contra o São Paulo. Foi justamente em um clássico contra o Tricolor que ele estreou como jogador profissional no time do Santos, em 7 de abril de 2002, na Vila Belmiro, pela Liga Rio-São Paulo. À época, o ainda franzino atacante entrou no segundo tempo do jogo, substituindo Douglas. A partida estava empatado em 2 a 2. Aos 46 minutos da segunda etapa, ele sofreu a falta que originou o gol da vitória santista, marcado pelo zagueiro Preto.
Agora, o encontro vale a vaga na final do Campeonato Paulista. Para o São Paulo, a chance de eliminar o Peixe dentro da Vila Belmiro. Para Robinho, basta se lembrar do passado dele contra o São Paulo, contra quem sempre fez diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário