CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL
CLIQUE NA FOTO E SEJA LEVADA À MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO BRASIL

domingo, 18 de abril de 2010

Santos vence e está na final do Paulista

Em um dos jogos mais aguardados do Campeonato Paulista, deu o que quase todos esperavam: vitória do Santos. Com a Vila Belmiro lotada, o Peixe venceu o São Paulo por 3 a 0 no segundo jogo da semifinal do Paulistão, com dois gols de sua maior estrela, o atacante Neymar, e um de Paulo Henrique Ganso, e garantiu presença na final do Paulistão 2010.
Agora, o time da Baixada Santista encara o Santo André. O Ramalhão, que venceu o primeiro jogo diante do Grêmio Prudente por 2 a 1, perdeu neste domingo pelo mesmo resultado. No entanto, a melhor campanha na fase inicial garantiu a equipe do ABC na decisão.

O jogo

As novidades começaram antes mesmo do começo da partida. Dorival Júnior e Ricardo Gomes pareciam ter combinado as escalações, quando se observou que os centroavantes das duas equipes, Washington e André, ficariam como opções no banco de reservas. Cautela pelo lado santista e mais velocidade no ataque tricolor.
O clássico começou bastante disputado e corrido. O Santos abusou da velocidade de Neymar e Robinho para armar boas jogadas pelos lados do campo, com Léo e Pará, que também apareceram constantemente no ataque. Já o São Paulo iniciou o jogo assustado, apenas assistindo o Peixe tocar a bola.
Foi assim que o Tricolor tomou o primeiro susto, aos cinco minutos. Neymar apareceu pela esquerda e tocou com categoria para Robinho, que invadiu a área e sozinho e chutou em cima de Rogério Ceni. Grande chance desperdiçada pelo craque.
Depois o que se viu foi um festival de cartões amarelos para os atletas tricolores. Em quinze minutos, três são-paulinos foram punidos pelo árbitro. A zaga reclamou de que os garotos estavam se jogando e que o juiz estava acatando as simulações. Mas as reclamações mudaram de lado aos 20 minutos, quando Robinho recebeu bom passe na área e, na hora da conclusão, foi levemente tocado por Rogério Ceni. A torcida pediu pênalti, e os jogadores do São Paulo queriam o cartão amarelo para o atacante, mas o árbitro mandou seguir o jogo e não advertiu o santista.
Aos 24 minutos, outro lance perigoso para o Santos. Marquinhos cobrou falta na área e Paulo Henrique Ganso enfiou a cabeça, exigindo boa defesa de Ceni.
Porém, o meia esteve apagado em campo. Não deu tantos passes, como faz geralmente, e quase não participou da armação do time no primeiro tempo, deixando tudo nas costas de Marquinhos. Foi dele o passe para Pará, que avançou pela direita, cortou o zagueiro e chutou com força aos 41 minutos, mais uma vez Rogério Ceni defendeu, mas deixou a bola sobrar dentro da área, e na cara do gol Neymar mandou nas arquibancadas da Vila.
Com um primeiro tempo sem muitas chances reais de gol e com as duas equipes tentando manter apenas a posse de bola, o lateral Léo desceu para o vestiário indicando o que faltava na partida.
- Tem que botar para dentro, pô!
E o técnico Ricardo Gomes acatou a dica do santista. Logo aos nove minutos do segundo tempo, colocou o artilheiro Washington no lugar de Cléber Santana, que também não apareceu na partida, para tentar reverter a vantagem do Peixe, conquistada no primeiro jogo.
O São Paulo, então, resolveu ir ao ataque. Aos 12 minutos, Jorge Wagner mandou uma bomba de fora da área, e a bola passou perto do gol de Felipe. Parecia que ali iria começar a reação do Tricolor. Parecia...
Neymar tratou de aumentar ainda mais o drama são-paulino dois minutos depois. Wesley tocou para Marquinhos na direita, o meia invadiu a área e cruzou na medida para o camisa 11, que já caindo tocou para o fundo da rede e fez a torcida alvinegra explodir na Vila Belmiro. 1 a 0 Peixe!
A partir daí, o que era difícil para o São Paulo, ficou quase impossível. Com a torcida empurrando e o time embalado pelo primeiro gol, os Meninos da Vila foram para cima.
Robinho fez excelente jogada aos 20, deixando quatro adversários para trás, mas foi parado por Alex Silva dentro da área. Cinco minutos depois, Neymar ganhou na velocidade do mesmo Alex, invadiu a área, mas foi puxado pelo defensor. Reclamação dos torcedores, dos atletas e do técnico Dorival Júnior, mas o juiz não deu nada.
Porém, aos 36 minutos, não teve jeito. Neymar novamente entrou na área em velocidade e foi derrubado por Miranda. Pênalti para o Santos!
Na bola Neymar, no gol Rogério Ceni. O filme daquele pênalti batido pelo garoto na Arena Barueri, quando deu a paradinha e deixou o goleiro no chão passou pela cabeça de todos os torcedores. Então a Joia correu e, com paradinha, deixou novamente o arqueiro Tricolor sem reação. Dois gols de Neymar, 2 a 0 pro Santos na Vila Belmiro!
Sem chance de reação e cada vez mais dominado em campo, o São Paulo ainda viu Paulo Henrique marcar o terceiro, após cruzamento perfeito de Madson. Mas aí a torcida já comemorava a vitória, a bela atuação de Neymar e a classificação para a final.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 0 SÃO PAULO

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 18/4/2010 - 16h
Árbitro: José Henrique de Carvalho (SP)
Auxiliares: Celso Barbosa de Oliveira (SP) e Giovani César Canzian (SP)
Renda/público: R$ 926.3620 - 13.785 pagantes
Cartões amarelos: Rodrigo Souto, Hernanes, Alex Silva, Rogério Ceni, Dagoberto, Richarlyson, Cicinho e Miranda (SPO) Durval e Marquinhos (SAN)
Cartões vermelhos: -
GOLS: Neymar 14'/ 2°T; Neymar 37'/2°T; Paulo Henrique 41'/2°T

SANTOS: Felipe, Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Wesley, Marquinhos (Rodrigo Mancha 30'/2°T) e Ganso; Robinho (Zé Eduardo 38'/2°T) e Neymar (Madson 38'/2°T). Técnico: Dorival Júnior.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Cicinho, Alex Silva, Miranda e Richarlyson; Rodrigo Souto, Hernanes, Cleber Santana (Washington 9'/2°T) e Jorge Wagner; Dagoberto e Fernandinho (Léo Lima 19'/2°T). Técnico:Ricardo Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário